segunda-feira, 26 de setembro de 2016

NO PLANO B

BRG COLLECTIVE #1












BRG Collective #1 é a iniciativa que terá lugar no Theatro Circo, entre os dias 30 de setembro e 1 de outubro, onde juntará artistas bracarenses e residentes em Braga para a celebração e exposição das novas artes digitais.

É já conhecida a candidatura da cidade de Braga às Cidades Criativas da UNESCO na área das media arts, mas para entendermos melhor o conceito, devemos dizer que o mesmo está diretamente relacionado com o processo de criação de uma obra de arte acompanhada das novas tecnologias, onde estão incluídas as artes visuais, a arte interativa, os vídeo-jogos, a robótica, a arte digital e a animação, entre outros. Em grande parte dos casos a dita arte contemporânea repousa nesta forma de criação.

Por detrás desta criação está o coletivo BRG Collective que premeia a exploração sonora, visual e a arte digital. São eles António Rafael (música), Joana Gama (música), João Martinho Moura (arte digital), Luís Fernandes (música), Manuel Correia (fotografia) e Miguel Pedro (música), muitas vezes colaborando entre si e com outros convidados. Iniciaram a sua atividade em 2014 com concertos e exposições em Nova Iorque, no Rio de Janeiro e em Praia, Cabo Verde.

Na sexta e no sábado, Braga torna-se na capital nacional da arte vanguardista sempre com os olhos na possibilidade de se tornar parte da grande teia artística (e não só) que as Creative Cities da UNESCO representam.

No dia 30, sexta, a sala principal irá acolher os projetos nan:collider (21h30), brg05072016 (22h15) e Palmer Eldritch (23h00).

Nan:collider é o projeto de colaboração entre o músico António Rafael (músico de Mão Morta) e o artista visual João Martinho Moura onde irão ser explorados ambientes visuais e sonoros a partir de resultados de investigações científicas.

O projeto brg05072016, junta a pianista Joana Gama e o fotógrafo Manuel Correia na exploração musical de um retrato sonoro de um espaço de Braga, no dia 6 de Julho de 2016, parte integrante da peça de Tiago Cutileiro – For E-Bowed Piano, Melódica and Field Recording.

Palmer Eldritch é o alter-ego do duo Luís Fernandes (peixe:Avião) e Miguel Pedro (Mão Morta) onde procuram aqui explorar a música eletrónica através do recurso a texturas microscópicas e sintetizadores com ambientes de outras galáxias.

No dia 1 de outubro, a sala principal do Theatro Circo estará entregue a dois projetos – All flesh is grass (21h30) e Landforms (22h30).

All flesh is grass é o primeiro projeto eletrónico do músico Miguel Pedro, com inspiração em Douglas Hofstadter, partindo do conceito de “strange loop”, utilizando polirritmias, misturando compassos e ciclos temporais rítmicos.

Landforms é o mais recente projeto de Luís Fernandes que em 2016 editou dois discos, Decay e Slightly Edited Generative Music and Feedback Loops, baseados em técnicas de composição com sintetizadores modulares.

Perante tamanha oferta cultural, o Theatro Circo tornar-se-á numa nave artística onde todo e qualquer espaço será transformado e utilizado para a revelação dos projetos deste coletivo para além das performances musicais que habitarão a sala principal.

Os trabalhos permanentes que decorrerão também entre o dia 30 de setembro e 01 outubro, entre as 14h30-18h30, serão de entrada livre, ocupando várias salas do Theatro Circo, figurando alguns trabalhos como o de Manuel Correia - Por outro lado a sombra dita a luz – uma exposição de fotografia e instalação de vídeo a ter lugar no Salão Nobre. Também irão ser apresentados os trabalhos de Miguel Ogoshi – In transit on television, tuned to a dead channel - instalação apresentada na Sala Fumo do piso 0, a instalação de Rui Dias – My Jazz Band – na Sala de Fumo do piso 2 e para terminar a projeção de filmes e exposição de trabalhos pelo IPCA (entidade convidada) no pequeno auditório.

Bilhetes diários a 2€ e bilhetes a 3€ para os dois dias, disponíveis em www.theatrocirco.bol.pt, na bilheteira do Theatro Circo, lojas Fnac e estações CTT aderentes.

Esta iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal de Braga, da Direção Regional Norte e da rádio Antena 3.

domingo, 25 de setembro de 2016

NO FUNDÃO


ESTA SEMANA NO SANTOS DA CASA




















Entrevistas:

16.09.28 19h00 - VITOR JOAQUIM
16.09.28 19h30 - JOANA BARRA VAZ
16.09.29 19h00 - WHITE HAUS

Para ouvir nos 107.9fm da Rádio Universidade de Coimbra ou em emissao.ruc.fm

Bruno Pernadas no Teatro Académico de Gil Vicente (Coimbra) - 24/09/16














Bruno Pernadas no TAGV com disco novo na bagagem.
“Those who throw objects at the crocodiles will be asked to retrieve them”.
Super equipa ao lado de Bruno.
Entre outros: Margarida Campelo nas teclas e vozes; Francisca Cortesão (Minta) nas vozes e guitarra; Afonso Cabral (We Can't, Win Charlie Brown) nas guitarras e vozes; João Correia (Tape Junk, entre outros) na bateria e Lucas (senhor que toca com meio mundo) no baixo. Ainda  em palco uma equipa de sopros.
Com músicos deste calibre a coisa corre às mil maravilhas.
Bruno Pernadas oferece-nos uma mescla de sons. Um sabor retro  que se mistura com o jazz e o sónico e ainda com algum indie pop. Tudo na dose certa.
Nada é certo nesta musica que tanto é isto ou pode ser aquilo. Mas sempre com uma marca muito própria.
A verdade é que o tempo passou a correr e ficou a vontade de ouvir mais.
Esta música é encantatória. Divina. E faz milagres em nós.
Bruno Pernadas tem pinta. Um pinta de criador diferente. E aqui a diferença faz toda a diferença!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Texto & Fotos Nuno Ávila

Vasconcelos Crew + Mike El Nite - Aqui Base Tango (Coimbra) - 24/09/16














Vasconcelos Crew
Cinco Mcs e un DJ.
MCs vindos de alguns projetos já firmados. Estilos diferentes.
Como eles próprios reconhecem  resultado final a necessitar de ser mais oleado.
Por vezes alguma confusão.
Contudo, ficaram boas ideias no ar. 
Entre a batida mais lente e o som mais acelerado. Algumas palavras de valor. Tempo para algum improviso.
Ficou a vontade de os rever.
 
Mike El Nite
Grande concerto!
Batidas fortes. Palavras certas.
Samplagens sábias. Especialmente a dos Santa Maria...
Público rendido, a rapar e a colaborar. Havia gente a saber as palavras de cor.
Mike El Nite sempre a bombar. Sem tempo para respirar.
Do melhor hip hop que este país tem.
Concertos destes não se esquecem facilmente.
Valiosa ajuda do homem da retaguarda.
Que dupla!....
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Texto & Fotos Nuno Ávila

sábado, 24 de setembro de 2016

PROGRAMA DE 24/09/16
















1 - Bruno Pernadas - Spaceway 70
entrevista Bruno Pernadas
2 - Bruno Pernadas - Galaxy
3 - The Gift - Love without violins (ft Brian Eno)
4 - Lx-90 - Mirrors (eu espelho luz branca)
5 - Octa Push - Gaia cósmica (com Cachupa Psicadélica e João Gomes)
6 - Lazy - Cansaço
7 - J-K - Arca
8 - Don Rubirosa - Andante

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

PROGRAMA DE 23/09/16

1 – Minta & The Brook Trout – Old habits
2 – Golden Slumbers – The hunt
3 – They’re Heading West – Buzz (ft Afonso Cabral)
4 – Sandy Kilpatrick – Your love is a weapon
5 – Old Jerusalem – A charm
6 – The Loafing Heroes – O outro lado
7 - The Gift - Love without violins (ft Brian Eno)
8 – LX- 90 - Road to redemption

9 - Marta Ren & The Groovelvets – I’n not your regular woman
10 – Cais Sodré Funk Conection – Do the math
11- Capicua – Barulho (Razat e Streossauro mix)
12 – DJ Marfox – Revolução
13 – Throes + The Shine – Guerreros (ft La Yegros)
14 – Terrakota – Mexe mexe
15 – Xibata – Mantém a chama acesa

UM CORPO ESTRANHO AO VIVO


MEMO APRESENTA









 O Três a Solo no Garrett é  um evento de músicos solistas que a MEMO está a organizar.


Peixe (Ex-Ornatos Violeta), Homem em Catarse (indignu) e de Turquoise compõem o cartaz desta primeira edição, a ter lugar na Póvoa de Varzim, no dia 7 de Outubro, pelas 21h30, no Cine-Teatro Garrett.

BRUNO PERNADAS AO VIVO


ORQUESTRA DE JAZZ DE MATOZINHOS COM MANUELA AZEVEDO













A Orquestra Jazz de Matosinhos volta a partilhar o palco com Manuela Azevedo para dois concertos em Outubro: dia 8 no Teatro de Vila Real, a encerrar o Douro Jazz; e dia 15 no Teatro de Bragança, no âmbito do Bragança Jazz.

Tom Waits, Beatles, Elvis Costello, Chico Buarque, Serge Gainsbourg e Queens Of The Stone Age são alguns dos artistas e bandas que serão revisitados ao vivo pela vocalista dos Clã e pela big band de Matosinhos. Com arranjos originais para orquestra, estes temas ganham uma nova vida e surpreendem na voz de Manuela Azevedo.

Este convite da Orquestra Jazz de Matosinhos a Manuela Azevedo vem no seguimento do trabalho que a OJM tem desenvolvido nos últimos anos com vozes oriundas dos mais variados universos musicais, desde o jazz (Dee Dee Bridgewater e Maria João) à música brasileira (Maria Rita), passando pela world music (Mayra Andrade) e a pop (Manuela Azevedo e Sérgio Godinho).
 

DITCH DAYS - "BLUE CHORDS"

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

PROGRAMA DE 22/09/16

1 - Ditch Days - Blue chords
2 - Ditch Days - Melbourne
entrevista Luís e Rafa (Ditch Days)
3 - Ditch Days - Zowee
4 - The Gift - Love without violins (ft Brian Eno)
5 - Lx-90 - Planeta amor
6 - Noiserv - Vinte e três
7 - Cristina Branco - Alvorada
8 - Um Corpo Estranho - Scarlett
9 - Bloom - Tremble like a flower
10 - Dory & The Big Fish - Trouble song
11 - Joana Machado - Baby lets get close

MARCO RODRIGUES NOMEADO PARA UM LATIN GRAMMY












“Fados do Fado”, o último álbum de Marco Rodrigues, está nomeado para um Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum Folk.

O mais recente disco de Marco Rodrigues inclui temas como “Rosinha dos Limões”, “Trigueirinha”, “Bairro Alto” ou “Vendaval”, pedras preciosas que remetem para alguns dos maiores compositores e criadores da história do fado.

Marco Rodrigues foi também convidado a participar no disco "El Alma del Son - Tributo a Matamoros", do cubano Alain Perez, que o ano passado esteve nomeado para um Grammy Latino, na categoria de Melhor Álbum Tropical Tradicional.

Os vencedores dos Grammys para a música latina serão conhecidos a 17 de novembro, numa cerimónia a ter lugar em Las Vegas.

Próximas datas de concertos de Marco Rodrigues:

24 Set. – Lisboa
08 Out. - Seixal
09 Out. - Almodôvar
27 e 28 Out. - Luanda
22 Out. - Sesimbra
04 Nov. - Ponte de Lima
12 Nov. - Loulé

MINTA & THE BROOK TROUT NOS USA



















"Slow", terceiro álbum dos Minta & The Brook Trout continua em suave viagem e vê, já na próxima semana, a sua edição americana ser lançada em K7.

Para assinalar a ocasião, a banda de Francisca Cortesão atravessa o Atlântico, cruza os E.U.A. e chega à California para 7 concertos de apresentação.

As delicadas paisagens sonoras inspiradas na mitologia da folk americana encontram assim o cenário perfeito.

A digressão nos E.U.A. conta com as seguintes datas:

01/10 – Merced @ The Old 78

04/10 – São Francisco @ Amnesia (Lançamento da edição americana de "Slow" em K7) c/ Talk of Shamans, Poor Things, Ry Pieri Art Boss

05/10 – Modesto @ Deva Cafe c/ Poor Things, Levi Minson

06/10 – Emeryville @ Scandinavia c/ Ghost Town Jenny, Johanna Warren

07/10 – TBA

08/10 – São Francisco @ NOISE Record Shop (In-store) + Fortress Callossum c/ Drawing Water, Secret Cat

NA LOURINHÃ


DANÇAS OCULTASAO VIVO













Com uma das mais prestigiadas carreiras internacionais, Artur Fernandes, Filipe Cal, Filipe Ricardo e Francisco Miguel formam o quarteto Danças Ocultas, que conta já com mais de duas décadas de existência.

“Amplitude”, o seu oitavo álbum, lançado em Fevereiro deste ano que os juntou à Orquestra Filarmonia das Beiras e aos convidados Carminho, Dead Combo e Rodrigo Leão atingiu os lugares cimeiros do top nacional de vendas e continua a receber os maiores elogios da crítica especializada e do público.

“AMPLITUDE” conhece agora uma edição internacional pela Galileo Music, já disponível nos seguintes territórios: Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Itália, Luxemburgo e Suíça. Para além da edição física nesses países, a obra será também distribuída digitalmente no mundo inteiro através das principais plataformas online.

A digressão de apresentação de "Amplitude" tem levado o quarteto às principais salas de espectáculo mundiais e aos grandes festivais, dentro e fora de portas. 

Próximos Concertos : Danças Ocultas & Orquestra Filarmonia das Beiras 

1 Outubro - LEIRIA - Teatro José Lúcio da Silva - 21h30
( Celebração do Dia Mundial da Música)

7 Outubro - SÃO JOÃO DA MADEIRA - Casa da Criatividade - 21h30

16 Outubro - ESTARREJA - Cine-Teatro - 17h30

OUT.RA APRESENTA














É já sábado (dia 24) que recebemos uma sessão extra da OUT.RA Música, no Velvet Be Jazz Club, para uma noite com um cartaz incrível: o duo Chris Corsano / Rodrigo Amado, dois nomes de topo do jazz mundial numa colaboração que tem vindo a dar frutos do mais alto quilate, e o guitarrista norte-americano Tom Carter, mestre absoluto do psicadelismo nas seis cordas e uma das metades da revolucionária banda Charalambides, em estreia absoluta em terras barreirenses.

Os bilhetes, ao preço de apenas 3,5€, podem ainda ser reservados para o mail info@outra.pt

Ver evento »

NOVO DISCO DE FÁBIA REBORDÃO


















FÁBIA REBORDÃO é, unanimemente, considerada uma das vozes de referência do novo fado. “EU”, o aguardado segundo álbum de originais, é editado a 23 de Setembro de 2016, dia em que a Fábia actua também no Caixa Alfama, em Lisboa.

“EU” foi produzido por New Max (Expensive Soul), Hugo Novo e Jorge Fernando, e conta com fados originais, com a assinatura de nomes como Pedro Silva Martins, Dino D'Santiago, Jorge Fernando, Tozé Brito, Rui Veloso, ou da própria Fábia Rebordão. Custódio Castelo, nome maior da Guitarra Portuguesa é convidado especial no tema “Alice”, uma composição de Miguel Rebelo, com letra de Rui Rocha. Destaque ainda para “Pergunta a Quem Quiseres”, uma composição de Alfredo Marceneiro, com poema de Mário Rainho.

Nas palavras de New Max: "Este disco é um glorioso encontro entre a Música Popular Portuguesa e a Soul, de uma forma nunca feita antes.

À excelência dos grandes compositores da actualidade juntam-se a aveludada voz de Fábia Rebordão, para nos presentear com 13 canções de antigamente mas com a actualidade de uma nova geração."

“Falem Agora” é o primeiro avanço de “EU”, e contabiliza já mais de 95 mil visualizações.

Sobre Fábia Rebordão

A música faz parte da vida de Fábia Rebordão desde muito cedo, mas só aos 14 anos, após ter conquistado o programa de televisão “Cantigas da Rua”, descobre a paixão pelo Fado. Prima de Amália e Celeste Rodrigues, Fábia começa a cantar regularmente em casas de fados.

Fadista residente da Casa de Linhares desde os 21 anos, o seu álbum de estreia data de 2012. Nesse ano, é distinguida como Artista Revelação dos Prémios Amália e o Jornal Expresso destaca Fábia Rebordão como uma das personalidades revelação, no ano seguinte.

Embora o fado seja a grande matriz da sua paixão pela música, as suas influências musicais são diversas e vão da soul, à bossa nova, à morna, ao blues ou ao jazz.

Entre palcos nacionais e internacionais, o ano de 2016 marca o regresso de Fábia Rebordão aos discos. A produção do novo álbum de inéditos é assinada por Jorge Fernando, New Max e Hugo Novo e, para além das composições da própria artista, conta com a colaboração de Rui Veloso, Jorge Fernando, Dino d’Santiago, Tozé Brito, Pedro da Silva Martins na autoria dos temas.

Um disco que tem a alma de fado, mas que congrega as diferentes referências musicais da artista, numa identidade sonora muito própria e que chegará ao público dia 23 de Setembro, data da actuação de Fábia Rebordão na Caixa Alfama.

Pagina Oficial de Facebook
Site Oficial
“Falem Agora” nas plataformas digitais
 

O EP DE NYNETH




















É possível compor um hit utilizando apenas um Iphone?

Esta foi a premissa da qual Nyneth (alter ego electrónico de Hugo Celso Almeida) partiu para produzir o EP “Plasticity”.

Saindo da zona de conforto e da sua forma habitual de compor (guitarra e voz), Hugo Celso Almeida explora uma nova forma de se expressar sonicamente, ultrapassando a barreira estética que separa o rock e a música electrónica, sem quebrar completamente com o seu passado musical em Inmyths.

A falta de tempo e recursos é contrariada em “Plasticity”, o qual foi inteiramente produzido no percurso casa-trabalho, durante as nove estações do metro de Lisboa que separam Hugo de si mesmo.

“Plasticity” é uma prova de conceito de como é possível fazer música recorrendo à flexibilidade que a tecnologia actual nos disponibiliza. Fazer mais com os limites que temos.

Plasticidade é a capacidade de contínua alteração de ligações neuronais e sinapses no cérebro vivo e sistema nervoso em resposta a uma experiência ou lesão e é na transposição desta ideia para a criação de música que nasce “Plasticity”.

Links:
GDrive
Youtube
Spotify
Deezer
Bandcamp

FADO LELÉ COM NOVO SINGLE














"Uma Casa Portuguesa" é o 2º single de Fado Lelé e estreia-se agora na Banda Sonora Original de Amor Maior (a nova telenovela da SIC). A telenovela é inspirada na vivência lusitana e, como se vê na inspiração dos azulejos do logotipo, nas Casas Portuguesas.

 Este novo single tem data de edição digital agendada para o próximo dia 1 de Outubro, Dia Mundial da Música. A partir desta data, para além do pequeno ecrã em horário nobre, estará também disponível em todas as plataformas legais em mais de 200 territórios.

FADO LELÉ

 Uma banda de Música Popular Urbana com fortes raizes lusófonas, concerteza. As suas melodias são inspiradas no fado dito castiço e vestidas a seu próprio gosto com as sonoridades peculiares do ukulele e bandolim. Gostam de muitos ritmos do mundo, de preferência os mais dançantes, e como tal o jazz manouche, o afro, o reggae, o samba e até mesmo o rockabilly ou o deltablues são convidados de honra nos arranjos musicais e concertos.

FADO LELÉ é oriundo de Lisboa e formou-se em 2011.

  Após várias mudanças na sua formação e alguns concertos realizados gravou em 2014 a demo A Tendinha (versão renovada de um clássico de Hermínia Silva) que tocou em várias radios e cujo videoclip caseiro chegou a primeiro lugar no Top de videos da plataforma Ethnocloud.

Os FADO LELÉ são:
Ana Castelo - voz
Miguel Castro - ukulele baritono
Filipe Silva - bandolim
Zeca Neves - baixo
José Barba - bateria

Próximo concerto:

1 de outubro - 21h30 - Festival do Feijão, São Pedro do Sul, Praça do Município

UHF SINFÓNICO










Um espetáculo inesquecível comemorando o Dia Mundial da Música.

Na sequência da 9ª edição do prestigiado Festival da Orquestra Nacional de jovens, na Figueira da Foz, realizada no passado mês de Julho, apresenta-se em repetição, um concerto muito marcante na história dos dois agrupamentos musicais. Pela primeira vez, o grupo UHF subiu ao palco do Grande Auditório do CAE para, em simultâneo com a Orquestra Nacional de jovens, realizarem um concerto que agora se recria em Setúbal para as comemorações do Dia Mundial da Música. Sob direção do Maestro Cristiano Silva, Diretor Artístico do Festival ONj, a banda liderada por António Manuel Ribeiro promete recordar os temas que marcaram gerações e com sonoridades nunca antes ouvidas. “Cavalos de Corrida”, “Rua do Carmo”, Menina que Estás à Janela”, serão alguns dos temas interpretados.

UHF – Voz: António Manuel Ribeiro | Guitarra: António Côrte-Real | Baixo: Cebola | Bateria: Ivan Cristiano

Preços: Plateias 15€ | Balcão 12€ | Comprar aqui  

HMB EM BEJA

DARKO COM NOVO SINGLE













Darko acaba de estrear o seu novo videoclip: “Pó”. Depois de “Não me digas” e “Crying out”, os dois primeiros singles de “Overexpression”, terem sido especialmente bem recebidos nas actuações que o músico fez de norte a sul, foram criadas as bases para esta nova canção: “Pó”.

Mafalda Arnauth juntou-se a Darko, num dueto intenso que reflete o desalento de uma perda. Tendo como metáfora o amor, "Pó" reflecte a tristeza no olhar de uma nação que vê transfiguradas as suas expectativas e os seus sonhos.

O músico regressou à sua terra Natal, para gravar o vídeo num dos locais da sua infância. A Quinta da Cruz, e outros sítios marcantes de Viseu, servem de pano de fundo a uma partilha emotiva, que conta ainda com a participação da modelo Fátima Preto.

O vídeo foi realizado por Fernando Tavares.


DISCO DE SEÑORITAS A ROMPER














Acho que é meu dever não gostar é o nome do disco de estreia das Señoritas, novo projeto de Mitó Mendes (A NAIFA) e Sandra Baptista (A NAIFA / SITIADOS).

Num universo perfeitamente imperfeito surge uma voz, uma guitarra, um baixo e um acordeão, suportados por sets de programações que dão vida às letras de Sandra Baptista, que aqui se estreia também na escrita (à excepção de “Os Funerais são o casamento dos mortos” por Alexandre Nave e “Ciática” por Francisco Resende). As músicas e arranjos são da própria banda.

Gravado em casa, Acho que é meu dever não gostar mostra-nos um conjunto de 12 canções que giram em torno de um universo feminino e tendencialmente urbano. Com uma atmosfera densa e bem portuguesa, numa abordagem singular canta-se a vida de uma forma crua e directa.
Señoritas iniciam a tour da presentação do disco já no final deste mês.

“Habituadas aos palcos e às multidões dos Sitiados ou d’A Naifa, Sandra e Mitó tocam agora uma com a outra, uma para a outra. Deixam-nos entrar na cabeça delas, no seu passado, nos seus dias e nas suas noites. São as mulheres fortes da sua geração, sem filtros, com medos mas sem medo de os mostrar. São brutas, são doces, são imperfeitas. São Mulheres. São Señoritas. Estou fã” Ricardo Santos (jornalista)

PRÓXIMOS CONCERTOS
30 Setembro - Teatro Aveirense (Aveiro)
8 Outubro - Oficina Municipal do Teatro (Coimbra)
21 Outubro - Fórum Municipal Romeu Correia (Almada)
22 Outubro - Casa da Cultura (Setúbal)
28 Outubro - Teatro Miguel Franco (Leiria)
29 Outubro - Auditório Municipal Augusto Cabrita (Barreiro)
4 Novembro - Teatro Helena Sá e Costa (Porto)
5 Novembro - Espaço Miguel Torga (Sabrosa/Vila Real)
3 Dezembro - Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha
9 Dezembro - Teatro Municipal Garcia de Resende (Évora)

LANÇAMENTO DE AUDIO BOOK DE TOZÉ SANTOS












"Dissertação sobre tudo e coisa nenhuma - Audio Book" é o lançamento definitivo, que consolida o sucesso desta obra a solo do cantautor Tozé Santos; que compôs, escreveu, produziu e gravou todos os instrumentos naquele que foi o seu trabalho mais introspectivo até ao momento.

Após várias reedições e formatos, este CD Interativo (contendo o audio book em trilhas audio) e todos os extras em conteúdo multimédia, i.e. álbum (30 temas) + 1 faixa inédita + concerto exclusivo em audio + videoclips, sintetiza toda a obra do Homem dos 7 Instrumentos num só suporte, numa edição limitada a 1000 cópias, numerada e assinada pelo próprio Tozé Santos.

O single de apresentação - "Olhos que não vêem, coração que não sente" é um tema em jeito de fado-canção com laivos de pop e com a participação especial de Diamantina Rodrigues; estará à venda em formato físico a 01 de Janeiro de 2017 no suporte CD (edição do Audio Book) e está já disponível digitalmente em todo o mundo sob o selo da Multi-nacional AltaFonte.
O projeto a solo de Tozé Santos singrou até à enésima reedição, desde 2012 e durante 4 anos de exposição mediática e palcos por todo o mundo (Nova Iorque, Paris, Londres, Zurich, Macau, Viena, Luxemburgo, País de Gales, Geneve e Cairo)

O lançamento debut viu destaque em todos os órgãos de comunicação social Portugueses e as rádios Nacionais - Comercial, RFM, TSF, Antena 1, etc, acarinharam o 1º single "Tu vais querer", cujo video teve estreia no programa "TOP+ da RTP". Destaque-se a reedição no ano seguinte em relevo por Londres, o lançamento do compêndio Livro/disco (CD)/filme(DVD) com tema exclusivo e a rodagem do videoclip do 3o single em Nova Iorque em 2013, e o disco de vinil que acompanhou o prémio de "Agitateur Lusophone" na Câmara de Paris - Cap Magellan (2014). 2015 foi o ano da edição especial "Adenda" com um novo single, que seria mote para incursões em Macau e Newark.
Este ano, para consolidar o sucesso deste trabalho, edifica-se o Áudio-book da obra literária, com extras exclusivos, a ser lançada logo no início de 2017.

Em actividade desde 1989, lançado na indústria musical em 1997 e depois de ter trabalhado com um dos maiores produtores do Mundo - Mick Glossop - durante 10 anos no afamado projecto bLUNDER e ter editado vários álbuns que estão distribuídos nos 4 cantos do globo, Tozé Santos reaparece como frontman dos PER7UME e desde logo para a posteridade com "Intervalo", o single de estréia, para o qual convidaram Rui Veloso, que rapidamente se sagrou o tema Nacional do ano 2008, com um álbum que bateu todos os records e alcançou o topo das fileiras de venda.

Dois anos depois regressa aos Top´s Nacionais, não só com os PER7UME ("Mudo"), mas com um novo grupo que fazia homenagear o poeta e cantor José Afonso, os Zeca Sempre, com as pessoas de Olavo Bilac e Nuno Guerreiro a seu lado, tour que culminou nos Coliseus de Lisboa e Porto.

2012 foi o ano do artista se estrear a solo com um disco que escreveu e gravou inteiramente, ao qual fez juntar um livro e um filme num compêndio de luxo em 2013, seguindo-se uma tour ímpar pelo mundo - Nova Iorque, Lausanne, Londres, Paris, Zurique, Macau, Cairo, Sankt Moritz, Viena, País de Gales e Luxemburgo, com o relançamento da obra em formato vinil.

Para além de participações várias, como o projeto solidário "Calendário" com as pessoas de Luis Portugal (Jafumega) e Lúcia Moniz, cujas receitas reverteram inteiramente para a Liga Portuguesa contra o Cancro, Tozé Santos compõe, arranja, produz e grava para outros tantos artistas e editoras, certames como o Festival Eurivisão da canção (edições de 2012 e 2014) e é host de um programa de rádio - "@7RA (etcetera)" na rede Nacional de emissores NFM e responsável pelo palco no programa de TV semanal "3a de Letra" no Porto Canal, onde realiza duetos improváveis com os seus ilustres convidados.

 Entre nomeações / prémios obtidos, estão os "Prémios da música Nacional 1998 - Revelação / banda do ano "bLUNDER", "Minerva 2000 - Revelação", "Blitz 2000 - Revelação", "TMN - video do ano Nacional 2001", "AFP - Disco de Ouro "PER7UME" - 2008", "Globos de Ouro - Revelação - 2009", "AFP - Disco de Ouro "Tributo a Carlos Paião" - 2010", "MTV European Music Awards - Revelação - 2011", "AFP - Disco de Ouro "Zeca Sempre" - 2012", "Cap Magellan - Agitateur Lusophone - 2014"

MÍSIA CELEBRA 25 ANOS DE CARREIRA




















Mísia regressa ao Teatro da Trindade INATEL dia 2 de Dezembro para apresentar ‘Do Primeiro Fado ao Último Tango’, o espetáculo com que celebra 25 anos de carreira.

Vinte e cinco anos depois da edição do seu primeiro disco - ‘Mísia’ (1991) - a história de Mísia faz-se de uma mão-cheia de grandes álbuns e de concertos invariavelmente memoráveis um pouco por todo o mundo. E depois há canções que se tornaram parte de todos nós. As que se recordam no alinhamento de ‘Do Primeiro Fado ao Último Tango’ são por isso parte da História do Fado dos últimos 25 anos.

Mísia foi a pioneira do que se veio a chamar Novo Fado, com a sua estreia em 1991. Criou uma sonoridade própria ao trazer para o Fado instrumentos como o violino, o acordeão e o piano e tem a particularidade de cantar textos que poetas contemporâneos escreveram especialmente para a sua voz, nomes como José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Lídia Jorge, Vasco Graça Moura, Hélia Correia, entre outros.

É uma das mais internacionais artistas portuguesas. Foi distinguida com a Ordem de Oficier des Arts et des Lèttres pelo Governo Francês em 2011, depois de já ter recebido a Ordem de Mérito Civil em Portugal. Nesse mesmo ano, recebeu em Florença o Prémio Gilda no 33° Festival Cinema e Donne pela sua participação no filme ‘Passione’ dirigido pelo ator e realizador John Turturro. Em 2012 foi galardoada com o Prémio Amália Rodrigues na categoria ‘Divulgação Internacional’, um justo reconhecimento pelo seu trabalho além-fronteiras.

Através de uma seleção feita pela sua própria mão, Mísia conduz-nos em ‘Do Primeiro Fado Ao Último Tango’ numa extraordinária viagem pela sua longa e brilhante carreira. Um percurso onde revisitamos ‘Mísia’ (1991), ’Fado’ (1993), ‘Tanto Menos Tanto Mais’ (1995), ‘Garra dos Sentidos’ (1998), ‘Paixões Diagonais’ (1999), ‘Ritual’ (2001), ‘Canto’ (2003), ‘Drama Box’ (2005), ‘Ruas’ (2009) e ‘Senhora da Noite’ (2011) sem esquecer os recentes ‘Delikatessen Café Concerto’ (2013) e ‘Para Amália’ (2015).

Os bilhetes já estão à venda nos locais habituais.

TEATRO DA TRINDADE INATEL, Lisboa
2 de Dezembro 2016
21h30
TEATRO DA TRINDADE INATEL, Lisboa
2 de Dezembro 2016
1ª Plateia: 28€
2ª Plateia: 25€
Balcão central: 22€
Balcão lateral: 20€
Balcão 2ª ordem: 18€
Camarotes centrais: 22€
Camarotes laterais 1ª ordem: 20€
Camarotes laterais 2ª ordem: 18€
Frisas: 20€

RESERVAS/ INFORMAÇÕES
Teatro da Trindade INATEL: 213 420 000 / bilheteira.trindade@inatel.pt
BOL (Bilheteira Online): ligue 1820 (24 horas)

LOCAIS DE VENDA
Bilheteira Teatro da Trindade INATEL, www.bol.pt, Fnac, Worten, El Corte Inglés , CTT, ABEP, Pousadas da Juventude, Lojas Note!.
 


RAYOS AO VIVO




















Os Rayos, projecto natural de Arraiolos que recolhe influências da música celta, medieval e tradicional portuguesa, sobe ao palco do Lusitano Clube, em Lisboa, no próximo dia 1 de

Outubro pelas 22h. Os bilhetes custam 5€.

O concerto servirá para apresentar ao público as canções de “Terras de Rayos”, o primeiro

EP do grupo, já disponível em formato digital e para escuta nas habituais plataformas de streaming.

O projeto Rayos resulta de uma fusão entre música Celta, Medieval e Tradicional Portuguesa! Com esta união, o grupo tenta criar um ambiente único ao vivo, levando o espetador por uma viagem sem fronteiras, onde se pode mergulhar em mágicos momentos instrumentais, suaves melodias de flauta e momentos únicos de profunda reflexão.

Andreia Carmo é a voz dos Rayos. Iniciou o seu percurso musical aos 15 anos, a estudar canto na Escola de Música do Munícipio do Arraiolos. Já integrou projetos de música tradicional, pop/rock e bossa nova. O fado fez parte da sua vida desde pequena e continua a estar presente em projetos como “Notas ao Vento” e “Zanguizarra”. Na vertente medieval e celta integra “Trovadores de Arraiolo” e “Rayos”.
 
António Luís Valente iniciou os estudos musicais aos 8 anos de idade com o acordeão. Entre os 9 e os 11 dedicou-se também ao piano e aos 11 anos descobriu a sua paixão pela bateria.
 
Em 1998, dedicou-se ao ensino musical, carreira que desenvolve até aos dias de hoje. Nos “Rayos” é o dono do piano, dos sintetizadores e da percussão. David Espingardeiro é o guitarrista de serviço nos Rayos. Desde os 12 anos que estuda guitarra clássica e guitarra elétrica. Juntou ao seu percurso estudos em guitarra portuguesa e guitarra jazz, o que lhe permite participar em vários projetos dos mais variados estilos musicais.
 
Ângela Fortes começou o seu caminho musical aos 7 anos de idade, quando entrou na “Academia de Música de Évora” para estudos musicais. Toca em vários grupos de música com as mais diferentes sonoridades desde a música clássica, passando pela música celta e medieval. Terminou a Licenciatura em Estudos Teatrais na Universidade de Évora e atualmente é professora na Escola Secundária Eça de Queirós e encenadora no grupo de teatro amador de Arraiolos - “Dupla Identidade”.
 
Paulo Travelas é um músico autodidata, que descobriu a sua vocação aos 4 anos quando lhe oferecem uma pianola e, mais tarde, um acordeão. Na adolescência a guitarra assume um papel principal na sua carreira musical. Atualmente, participa em alguns projetos musicais no Alentejo nas minhas diferentes sonoridades: música tradicional, medieval, celta, anglo- saxónica e latino americana.
 
Augusto Graça é o instrumentista deste grupo, que traz consigo uma influência jazz em fusão com música tradicional. Tó Zé Caeiro é o baterista e percussionista, que iniciou o seu trajeto musical aos 13 anos à semelhança de vários elementos deste grupo alentejano.
 

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

PROGRAMA DE 21/09/16

1 – Siraiva –You and me
2 – Moullinex – Take a chance
3 – M + - Freedom
4 - Cavaliers Of Fun – Wildfire
5 – The Weatherman – Calling allmonkeys
6 – The Happy Mess - The invisible boy
7 - The Gift - Love without violins (ft. Brian Eno)
8 - LX 90 - 1RPM
9 - Grutera - Eva
10 – Peixe – Motor
11 – Filho da Mãe – Júpiter
12 – Norberto Lobo – João Lobo – Magri
13 – Coclea – Love

NO SABOTAGE
















Qui. 22 / 22h-4h - Concertos + DJing
Pano de Xita IV:
PUTAS BÊBADAS + KEROX + NUNO RABINO

Ler+ Ouvir Putas Bêbadas

Sex. 23 / 22h30-6h - Concerto + DJing
DITCH DAYS - Lançamento de "Liquid Springs" + MÚSICA INDISCRETA por JOÃO PESTE

Ler+ Ouvir Ditch Days 

Sáb. 24 / 22h30-6h - Concertos + DJing
LODO + THEN THEY FLEW + MARLA SINGER & NUNO RABINO

Ler+ Ouvir Lodo Ouvir Then They Flew

BRUNO PERNADAS NO GNRATION









Those who throw objects at the crocodiles will be asked to retrieve them é o novo disco de Bruno Pernadas e uma das primeiras apresentações acontece esta sexta em Braga.

O novo projeto do compositor/multi-instrumentista Bruno Pernadas parte de uma busca pessoal pela relação entre a mitologia egípcia no que diz respeito à adoração do crocodilo do Nilo e o comportamento humano contemporâneo ocidental.

É também uma continuação do seu anterior projeto How Can We Be Joyful In a World Full of Knowledge, editado em 2014, pela Pataca discos.

O trabalho mais recente reúne composições criadas em 2015 e 2016 e caracteriza-se pela longa duração dos seus temas (8 a 15 minutos) com a instrumentação e sonoridade intemporal, tendo como base um processo criativo que pretendeu respeitar a composição em tempo real. A sonoridade representa uma combinação de vários estilos tais como West Coast Jazz dos anos 70, Lounge oriental, krautrock, freak folk, pop music, sampling e processamento de eletrónica Low Fi, exótica e soul music.

Bruno Pernadas
23 setembro, sexta
Blackbox
22:30

Os bilhetes custam 7€ e podem ser adquiridos através da bilheteira online – https://gnration.bol.pt, balcão gnration e locais habituais.   

GUILHERME TOMÉ RIBEIRO NA RED BULL MUSIC ACADEMY












Guilherme Tomé Ribeiro - AKA: UhAhUh, GPU Panic e metade da dupla fundadora dos Salto - foi escolhido para participar na edição de 2016 da Red Bull Music Academy.

Desde 1998, a Red Bull Music Academy promove um encontro anual que junta músicos de diferentes partes do mundo numa cidade representativa da vanguarda musical e cultural. Este ano, a cidade eleita foi a canadiana Montreal.

São 70 músicos, divididos em duas sessões com 35 membros. Cada sessão tem a duração de 15 dias e Guilherme integra a primeira, a ocorrer entre 24 de Setembro e 7 de Outubro.

O músico portuense vai ter a oportunidade única de partilhar música, palco e estúdio com músicos de todo o mundo (a edição deste ano conta 38 nacionalidades), aproveitando o momento para ouvir e vivenciar experiências com alguns dos mais importantes músicos e produtores da actualidade.

A Red Bull Music Academy 2016 conta com convidados como Iggy Pop, Bjork, Chilly Gonzales, Theo Parrish, Suzanne Ciani, Tiga e Sampha entre muitos outros.

http://mtl.redbullmusicacademy.com/

NA CASA INDEPENDENTE









Quarta - 21 de Setembro
22h - Joana Machado (concerto)

A cantora Joana Machado vem apresentar "Life Stories", o quinto trabalho de originais - dez temas baseados em histórias pessoais com o jazz por influência máxima com apontamentos do soul ao rock n' roll. Estando já disponível o vídeo para a música "Baby Let's Get Close", é uma excelente amostra para os temas que iremos escutar hoje neste concerto celebratório.

Joana Machado estará acompanhada em palco por Bruno Santos - guitarras; Óscar Graça teclados; Romeu Tristão - baixo eléctrico, contrabaixo; Joel Silva - bateria, drum pad e o convidado especial, Ricardo Toscano - saxofone alto.

Domingo - 25 de Setembro
19h - They're Heading West convidam Lena D'Água (concerto)

O regresso de They're Heading West aos domingos à tarde na Casa Independente depois da pausa de Verão, não podia ser melhor.

É verdade que Francisca Cortesão, Mariana Ricardo, João Correia e Sérgio Nascimento têm-nos habituado a convidados de luxo ao longo destes tempos com concertos que guardamos na memória com gosto. Em todo o caso manter este nível é sempre uma expectativa, e a escolha de Setembro mantém esse princípio.

É um ícone dos anos 80, figura fundamental da música moderna portuguesa, a primeira mulher vocalista de uma banda rock nos anos 70 - os Beatnicks, depois fundadora da Salada de Frutas e da Banda Atlântida, bandas em que foi a musa inspiradora do compositor Luis Pedro Fonseca, que assegurava as teclas, a produção e os arranjos. Com um percurso a solo cheio de canções maravilhosas que todos reconhecem como intemporais: "Sempre Que o Amor Me Quiser" ou “Dou-te um Doce”, são 40 anos de carreira com várias etapas, começos e recomeços.
Sem mais demoras, a convidada de Setembro é Lena d'Agua.
Vamos então celebrar as canções da Lena com They're Heading West a dar aquele toque especial.

Vai ser uma viagem incrível, just saying...

CRUZ DE FERRO AO VIVO









SALLIM PELA PRIMEIRA VEZ EM SETÚBAL

Há uma nova vaga de cantautores nacionais a conquistarem a música portuguesa.

Com apenas 22 anos, Francisca Salema, vulgo Sallim, lançou um disco monumental chamado "Isula". Álbum de canções à voz e guitarra, mas onde a palavra tem tanta importância quanto o silêncio.

Sallim vem pela primeira vez a Setúbal e não podíamos estar mais entusiasmados. Dia 24 de Setembro, na Casa da Cultura, com abertura de portas às 21h30 e bilhetes a 3 euros.
 

NA ZDB
















Quinta, 22 de Setembro às 22h
Rodrigo Amado & Chris Corsano
Tom Carter
 

Entrada: 8€ | Bilhetes disponíveis na Flur, Tabacaria Martins e ZDB (Segunda a Quinta das 22h às 02h / Sexta e Sábado das 22h às 03h)
Sexta, 23 de Setembro às 22h
The Sunflowers apresentação 'The Intergalatic Guide to find the Red Cowboy'
800 Gondomar | Moon Preachers

Entrada: 6€ | Bilhetes disponíveis na Flur, Tabacaria Martins e ZDB (Segunda a Quinta das 22h às 02h / Sexta e Sábado das 22h às 03h)

terça-feira, 20 de setembro de 2016

PROGRAMA DE 20/09/16

1 – Medeirios/Lucas – Sede
2 – Luís Severo – Santo António
3 – João de Sousa – Pequena casa
4 – Joana Barra Vaz – Casa é canção
5 – Márcia - Bom destino
6 – Rita Braga – Erosão
7 – LX 90 – Da/wah
8 – The Gift - Love without violins (ft. Brian Eno)
9 – Old Yellow Jack - Ten tons
entrevista Old Yellow Jack 
10 - Old Yellow Jack - Beat life
11 - The Japanese Girl - I'm in dreamland
12 - Malibu Gas Station - Ellie Parker

CAPTAIN BOY EM PALCO




















Captain Boy está neste momento a preparar o seu disco de estreia que tem lançamento agendado para Janeiro de 2017. Até lá o Capitão continua a navegar e a lançar âncora em alguns portos para apresentar o seu trabalho.
O próximo espectáculo será no dia 24 de Setembro na Fábrica das Palavras em Vila Franca de Xira. Segue-se um regresso à cidade berço no dia 8 de Outubro onde o Artista se vai apresentar no Festival Mucho Flow pelo segundo ano consecutivo. Dia 15 de Outubro Captain Boy leva o navio até Alcobaça, onde vai tocar no Books & Movies fechando a noite depois de Filho da Mãe.

Desde a saída do seu EP em 2015, Captain Boy já apresentou o seu trabalho em várias cidades, tendo passado por Lisboa, Porto, Guimarães, Braga, Leiria, Viana do Castelo, Tui, Ourense, entre outras.
O primeiro single do seu disco de estreia chama-se Tango, estreou em Abril na Antena 3 e pode ser ouvido aqui.

CAVE STORY DESVENDAM NOVO DISCO

O percurso dos Cave Story ficou desde cedo definido, confundindo-se com as suas intenções bárbaras de avançar no panorama pop com a desenvoltura do post-punk e a energia incontível do indie rock: é em direcção à infame revolução em que dançar é condição inegociável. Editadas as primeiras aventuras discográficas em formato EP, o trio das Caldas da Rainha prepara-se para se estrear no formato longa-duração com "West", registo onde desbravam refrães com a urgência do rock sem pôr de lado a doçura pop que nos agarra e envolve em electricidade.

Percorrido Portugal de lés a lés com o EP de estreia na calha, os Cave Story preparam-se para levar a sua narrativa rupestre para outras paragens — “West” é o horizonte da banda das Caldas da Rainha, que vive o Ocidente, em Portugal e na Europa, como condição geográfica extrema, e encontra nestas canções o meio para expurgar medos e tédios. Agora com um novo enfoque nas cadências e ritmos pós-punk, o indie rock do trio desabrochou para uma pop orelhuda, onde as cores garridas destilam desprezo pelas lamentações juvenis, exactamente como exige a urgência e a rebeldia do rock.

Ao longo de doze canções, a pop dos Cave Story rasga sorrisos num bate-pé incessante, onde as intenções de tratantes como The Fall são expurgadas em revoluções dançantes de post-punk. Conforme ditam as regras, o trio faz questão não seguir directrizes.

Gravado nas Caldas da Rainha pela própria banda (excepto os temas “Body Of Work”, gravado nos estúdios Valentim de Carvalho em Lisboa com Luís Caldeira, e “Like Predicted”, gravado nos estúdios Sá da Bandeira no Porto por João Brandão), “West”, um conjunto de música que eleva as noções e canções rock a delícia pop, é a afirmação definitiva dos Cave Story no panorama nacional. "West" será editado dia 28 de Outubro em cd pela Lovers & Lollypops e em vinil pelo Musicbox.
 

MONSTER JINX APRESENTA




















Durante cerca de um ano, os  artistas da Monster Jinx pagaram a renda a dia 8 de cada mês.

Jinx, o grande e roxo monstro mau decretou: esta temporada de impostos chegou ao fim!
Depois de esganar os seus artistas até lhes sacar faixas durante um bom bocado, ele decidiu juntá-las e oferecê-las ao povo. “Liderança,” diz ele. PAYDAY Vol01 está agora disponível, de graça, em qualquer parte que haja internet.

Stream/Download: Bandcamp

JOSÉ CID EM TOUR




















José Cid ARENAS TOUR
30 de Setembro | Vila Franca de Xira

José Cid apresenta o último concerto da ARENAS TOUR, dia 30 de Setembro em Vila Franca de Xira, integrado na comemoração dos 115 anos da Palha Branco.

As canções de ontem, de hoje e de amanhã, farão parte do alinhamento do espetáculo, numa noite que se quer memorável, juntando-se, assim, aos temas que integram “Menino Prodígio”, o último álbum editado em 2015 e temas novos de “Clube dos Corações Solitários”, o próximo disco de originais de José Cid, com data de edição agendada para o inicio do próximo ano.

Integrada na tournée de verão do compositor de renome, ARENAS TOUR passou por algumas cidades do pais e pautou-se por um ambiente de festa, com convidados especiais e um DJ à medida.

 Bilhetes:
Arena - €7,50
Bancada - €12,50

À venda nos locais habituais!  

O PLANO B DE CAPICUA














A próxima Heineken Starlight vai contar a super estrela Capicua, que vai apresentar o seu mais recente trabalho, “Medusa”, este sábado, 24 de Setembro no Plano B.
“Medusa” é o espetáculo sucessor de “Sereia Louca”, que conta com temas dos vários discos de Capicua e com os novos sons e alguns inéditos do álbum de remisturas com o mesmo nome. É um reportório renovado a dar mais “eletricidade” ao alinhamento.

Em palco com a Capicua estão os habituais companheiros D-One ( DJ ) e M7 ( MC ) e Virtus nas teclas, mpc e programações acresce novas sonoridades.

No Plano B apresenta um reportório reinventado, que promete, não só os habituais momentos arrepiantes de Rap emocional politico e feminino, mas também mais temas dançáveis e eletrizantes.

A festa continua com SoUnderground e os Radio Edits de Joaquim Mota e Isidro Lisboa pela noite dentro.

Mais informações:
Bilhete: 5 euros
Concerto: 23h30

MR. GALLINI EM ESTREIA









'Quem é Mr. Gallini? É Bruno Monteiro, baterista do avassalador quarteto rock and roll luso Stone Dead.

Pode ser descrito como várias pessoas numa só com uma borbulhante imaginação irrequieta. O que Mr. Gallini propõe é um vislumbre a esse imaginário particular com sons que emanam da sua mente como uma espiral de referências musicais de tempos idos onde o relógio pára e o tempo se dilui.

Neste seu projecto a solo, o alter ego de Bruno Monteiro pode igualmente ser descrito como calmaria idílica PSYCH HARMONIOSO à beira mar em contraste com o acelerado dia a dia de quem não quer ceder a crescer e deixar para trás o charme, a inocência e a criatividade quasi-infantil que tantos de nós perdem com o passar dos anos.

Regressem a tempos mais simples em que a única preocupação com a vida é fazer isso mesmo: VIVER!'

por Glenn Pires

https://www.facebook.com/mrgallini
https://vimeo.com/gallini
 

A TOADA DOS LIVE LOW




















“Toada” é o primeiro álbum de Live Low e tem edição prevista para o próximo dia 17 de Outubro. Os concertos de apresentação passam pelo Porto, por Lisboa e por Lagos.

É com dois anos de maturação, troca de ideias e trabalho que Live Low se estreia, finalmente, no formato longa-duração, em mais uma edição com a chancela Lovers & Lollypops. “Toada”, o novo registo do agora quarteto, revitaliza um cancioneiro do folclore português com base nos ritmos do trabalho que essas canções aliviavam, reinterpretando-o e reconstruindo-o com as composições e timbres complexos da música electrónica.
 

Na dimensão de Live Low, formados por Pedro Augusto, Miguel Ramos, Ece Canli e Gonçalo Duarte, existem canções que não raramente ouvimos na voz de José Afonso, Vitorino, GAC e Brigada Victor Jara, assim como uma versão de “Lembra-me um Sonho Lindo” de Fausto Bordalo Dias, que se pode ver e ouvir AQUI.

Com edição prevista para dia 17 de Outubro, “Toada” chega aos palcos pela primeira vez nos dias 21 e 25 de Outubro, no Circulo Católico de Operários do Porto e no MusicBox de Lisboa, respectivamente, e no dia 5 de Novembro em Lagos, a propósito do festival Verão Azul.
 

NOISERVE LANÇA SEGUNDO SINGLE

Três anos depois da edição do último longa duração, noiserv regressa com disco novo.

00:00:00:00 é o nome do sucessor de “Almost Visible Orchestra”, e é descrito pelo músico lisboeta como “a banda sonora para um filme que ainda não existe, mas que talvez um dia venha a existir”.

É um disco diferente daquilo que noiserv nos tem habituado, a “orquestra de sons” que tão bem lhe conhecemos deu lugar ao som de um piano tocado a muitas mãos, enquanto da sua voz vemos sair, nos temas não instrumentais, histórias em português.

O artwork ganha uma posição de destaque onde a sua total transparência, de cor mas não de contéudo, reforça a ausência do filme ainda por fazer com a história de qualquer um de nós.

Oito canções perfazem 00:00:00:00, um dos discos mais conceptuais do músico lisboeta.

VINTE E TRÊS” é o segundo single, depois de em finais do mês passado ter sido apresentada a música “SETE”.

O lançamento está marcado para o dia 28 de Outubro e o concerto de apresentação será a 10 de Novembro no Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa.

Com quase 12 anos de existência, noiserv, “homem-orquestra”, ou banda de um homem só, tem vindo a afirmar-se como um dos mais estimulantes projectos da nova geração de músicos portugueses. No currículo conta com o bem sucedido disco de estreia “One Hundred Miles from Thoughtlessness” [2008], o EP “A Day in the Day of the Days” [2010], e “Almost Visible Orchestra” [2013], disco distinguido como melhor do ano pela Sociedade Portuguesa de Autores e recentemente re-editado internacionalmente pela editora francesa naive, casa mãe de projetos como Yann Tiersen, M83, entre muitos outros.

Próximos concertos:

SEX. 14 OUTUBRO - Centro de Arte de Ovar (PT)
SAB. 29 DE OUTUBRO - Festival de Giverny, Giverny (FR)
SAB. 5 NOVEMBRO - Casa do Povo de Santo Estêvão, Tavira (PT)
QUI. 10 NOVEMBRO – Teatro Municipal São Luiz, Lisboa (PT) | Lançamento 00:00:00:00
SAB. 12 DE NOVEMBRO - Stereolux, Nantes (FR)
DOM. 13 NOVEMBRO - La Sirène, La Rochelle (FR)
QUI. 17 NOVEMBRO - Cineteatro Alba, Albergaria-a-velha (PT)
SAB. 19 NOVEMBRO - Centro das Artes do Espectáculo | Sever do Vouga (PT)
SEX. 25 NOVEMBRO - La Gare de Coustellet, Maubec (FR)
DOM. 27 NOVEMBRO - Usopop, Sare (FR)
SEG. 28 NOVEMBRO - Librairie Le Festin Nu, Biarritz (FR)
TER. 29 NOVEMBRO - Les Treize Arches, Brive (FR)
SEX. 02 DEZEMBRO - File 7, Magny-le-Hongre (FR)
QUI. 08 DEZEMBRO - Le Temps Machine, Joué-lès-Tours (FR)
SEX. 09 DEZEMBRO - Fuzz'Yon, La Roche-sur-Yon (FR)
SAB. 10 DEZEMBRO - Les Échappées, Lorient (FR)

Sites de referência de noiserv:

www.noiserv.net
www.facebook.com/noiserv
www.youtube.com/noiserv
 


O DISCO DOS VIRA CASACA




















O título, a capa, a música, o som. Tudo se mistura e gera a miscelânea singular: Vira Casaca, de seu nome. Emanados pela vontade quase sanguinária de tocar ao vivo, a banda instalou-se em estúdio e pôs fim à espera de atirar o primeiro disco cá para fora. Vontade é aquilo que mais o enriquece e é precisamente a palavra que resta quando chegamos ao fim da primeira escuta. O “Rancho da Santa Fé” traduz-se num disco puro pois tem tudo aquilo que uma jovem banda de ambição desenfreada quer ter.

Para auxiliar este acontecimento, depois do sucesso galvanizador “Betinhas de Santarém” (que também faz parte do disco), o realizador Francisco Noras foi novamente chamado a intervir, desta vez para o video da canção “Amor Não É Tentação”.

“Rancho da Santa Fé” tem as primeiras apresentações ao vivo já anunciadas. A primeira data é em Santarém na próxima quinta-feira (22 de Setembro), ao vivo no Largo do Seminário (entrada livre). A jornada prossegue em Outubro com os concertos em Lisboa (dia 14, Sabotage Club), Leiria (dia 22, Texas Bar), Porto (dia 28, Plano B) e Oliveira de Azeméis (dia 29, Vadia Brew Pub). De salientar que os concertos em Lisboa e Leiria contarão com os Rua Direita na primeira parte, a fim de aquecer as hostes.

“Rancho da Santa Fé” está à venda nas lojas Louie Louie (Lisboa e Porto) e Piano (Santarém) e também disponível para escuta e compra no universo digital.
 

BRAGA MUSIC WEEK



A Braga Music Week, semana gorda de nove dias dedicados a diversas actividades que prometem inundar Braga de música, segue este ano para a sua quarta edição, que decorre de 30 de Setembro a 8 de Outubro na capital minhota. O projecto, organizado em conjunto pela NAAM Barroselas, Bazuuca e MOOH Biscates Transmédia, rompe com géneros, idades e preconceitos, procurando dinamizar diversos pontos da cidade e variadas vertentes musicais, que vão da pop ao folk, do rock ao heavy metal. Cada dia está associado um conceito único que vai para além do estilo praticado e poderá ser um espectáculo efervescente num dos afamados largos da cidade, um sarau acústico em casa de alguém conhecido, um pequeno festival de metal num espaço abandonado ou uma sequência de concertos que seguem o NAAMOBILE, uma espécie de muralha de som móvel que vai percorrendo concerto a concerto vários pontos do Centro Histórico até terminar em frente à grandiosa Sé Catedral. Há também churrascos, futeboladas e programação de rádio realizada especialmente para o efeito a cargo da Rádio Universitária do Minho. Os eventos são na sua maioria de entrada livre, por isso peguem no leve casaquinho de Outono e saiam à rua, afinal de contas, é a música que se celebra, e com música se celebra a música.

Programação:

30 Setembro - Night In: RUA na rua @ Centro Histórico / 0€
00:00 THE SUNFLOWERS
23:00 SOLAR CORONA
22:00 MR. MOJO

01:00 ADOLFO LUXÚRIA CANIBAL @ Juno (+) 0€
21:30 BRG COLLECTIVE @ Theatro Circo (+) 2€

1 Outubro - Dia Internacional da Música @ Centro Histórico / 0€
00:00 BOTTLECAP (Suécia)
23:00 WITHOUT FACE
22:00 IMPLODING STARS
21:00 BRUMA

01:00 LUDOVIC @ Juno (+) 0€
21:00 BRG COLLECTIVE @ Theatro Circo (+) 2€
10:00 PALI @ GNRation (+) 10€

2 Outubro - Liga dos Campeões @ Pavilhão Desportivo / 0€
16:00 TORNEIO FUTSAL
18:00 TRANSMEDIA BITCHES

3 Outubro – Um ao Molhe @ Mavy / 0€
00:00 BRAGA MUSIC WEEK SS
23:00 O MANIPULADOR
22:00 QUIZ NIGHT

4 Outubro - Bracaralhada @ Comércio Local / 0€
01:00 INFEATHERS
00:00 RATERE
23:00 SALOMON JAKOBSSON (Suécia)
22:00 NO!ON

5 Outubro - De Porta Aberta @ Na Tua Casa / 0€
22:00 SURPRESA – CASA #3
21:00 SURPRESA – CASA #2
20:00 CHURRASCADA SÓNICA – CASA #2
19:00 SURPRESA – CASA #2
18:00 SURPRESA – CASA #1
6 Outubro - Quinta Dimensão @ Rádio Universitária do Minho / 0€
19:00 CONCERTO EM STREAMING
17:00 EMISSÃO ESPECIAL: THE BEATLES – “REVOLVER”

22:00 VERDUN (França) + VIRCATOR @ Rock Star Pub (+) 3€

7 Outubro - Noite de Aço @ Casa Esperança / 5€
02:00 DJ SWR
01:00 BODYBAG (Espanha)
00:00 DISTHRONE
23:00 REPRESSÃO CAÓTICA
22:00 PÉ ROTO
22:30 OLD YELLOW JACK @ Sé La Vie (+) 3€
21:30 ROCKY MARSIANO @ Theatro Circo (+) 10€

8 Outubro - Night Out @ Casa Esperança / 5€
02:00 BAZUUCA SS
01:00 KILLIMANJARO
00:00 GHOST HUNT
23:00 NICE WEATHER FOR DUCKS
22:00 WHALES

Nota: Eventos assinalados com (+) tratam-se de programação paralela a decorrer durante a Braga Music Week.

BASOREXIA ARMY EDITAM DISCO








 
Os Basorexia Army, projecto de pop electrónico oriundo de Mataduços (Aveiro), vai lançar o seu novo disco "Two Sides of a Broken Heart" no próximo dia 26 de Setembro.
 
Esta edição de autor inclui a edição em CD,  e a disponibilização das canções através de diversas plataformas de streaming. Para breve está prevista a edição em vinil e uma digressão de apresentação do álbum.

No próximo dia 25 de Setembro os Basorexia Army abrem as portas dos seu estúdio para a festa de apresentação de "Two Sides of a Broken Heart". Quem quiser participar na festa está desde já convidado a visitar a página do evento em https://www.facebook.com/events/1666851993574577/
Para conhecer melhor este projeto de Hugo Grave e Fonsini Martini visitem a sua página de Facebook em www.facebook.com/basorexiaarmy

VIRCATOR COM NOVIDADES













Os Vircator, quarteto de Viana do Castelo composto por Alexandre Carvalho (voz e guitarra), Marcelo Peixoto (baixo), Paulo Noronha (bateria) e Gustavo Ribeiro (guitarra), vai actuar nos próximos dia 23 no Distrito 9, em Vigo, e no dia 24, no CS Fuscalho, em La Guardia, prosseguindo a tour de apresentação do álbum de estreia "At The Void's Edge", editado em Janeiro de 2016.

Após o reconhecimento da crítica especializada, das apresentações nas principais salas de concertos de Norte a Sul de Portugal, e da digressão europeia por Espanha, França, Áustria, Alemanha, e Holanda, os Vircator participaram nalguns dos festivais de Verão mais especializados como o Sonic Blast Moledo, IndieotaFestaval, Ignition, ou, Rock D’Ouro, e vão ainda participar na Braga Music Week, para além dos showcases FNAC que seleccionou o single “Tunguska” para a compilação Novos Talentos 2016.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

PROGRAMA DE 19/09/16

1 - Ditch Days - Blue chords
2 - Bruno Pernadas - Love versus love
3 - Cícero Lee - Ten miles from the sky
4 - Luís Barrigas - Songs without words IV - Dove song
5 - The Gift - Love without violins (ft. Brian Eno)
6 - Lx-90 - Mariana
7 - Xutos & Pontapés - Circo de feras (acústico ao vivo)
8 - Senza - Coração gigante
9 - Dino D'Santiago - Dentu bô (ao vivo)
10 - Retimbrar - Corre mundo
11 - Dona Carioca - Canto a felicidade

DESTAQUES DA SEMANA

SANTO NO ALTAR

LOVE WITHOUT VIOLINS - The Gift ft. Brian Eno
(novo disco em 2017)

Para ouvir todos os dias desta semana



DISCO RECORDAÇÃO

UMA REVOLUÇÃO POR MINUTO - LX-90
(1991, BMG)

Para ouvir um tema diferente todos os dias desta semana

MARIZA AO VIVO













 
Com a primeira data praticamente esgotada (11 de novembro), a artista sobe uma segunda vez ao palco do Coliseu a 12 de Novembro.
Bilhetes disponíveis em www.bol.pt e nas bilheteiras habituais.

Após anunciar o regresso aos Coliseus no próximo mês de Novembro e com a data de Lisboa praticamente esgotada, Mariza confirma uma segunda noite na capital para de 12 de Novembro.

Mais que uma forma de ver e viver o espectáculo, “Mundo 360o” traz aos Coliseus de Lisboa e do Porto uma apresentação intimista, que mostra o lado mais pessoal e emocional de Mariza, envolvendo o público no mundo de uma das maiores vozes do Fado.

Nestes três ocasiões especiais estará em destaque o mais recente álbum de Mariza, sem no entanto esquecer grandes temas como “Ó Gente da Minha Terra”, “Chuva” e “O Tempo Não Pára”. Lançado em Outubro de 2015, Mundo, que conta com sucessos como “Paixão” e “Melhor de Mim”, mostra o lado mais maduro da artista, deixando o seu mundo a descoberto.

Com mais de 30 discos de platina, vários prémios nacionais e internacionais e duas nomeações para os Grammy Latinos, Mundo valeu, ainda, a Mariza o prémio de “Melhor Artista” nos Songlines Music Awards 2016, atribuídos pela conceituada revista britânica Songlines.

Os bilhetes para os espectáculos “Mundo 360o”, nos Coliseus, podem ser adquiridos em www.bol.pt (Lisboa) e www.ticketline.pt (Porto), assim como nas bilheteiras habituais.

A MODA AMERICANA














Oriundos de diversas esferas musicais, Afonso, Guilherme, Vítor (membros de Alice) e Hugo (Them Flying Monkeys) juntam-se a Nuno Fernandes para criar Moda Americana.

 Os Moda Americana (Nuno Fernandes - voz, Afonso Matos - teclista e segunda voz, Guilherme Batista - guitarra, Hugo Luzio - bateria e Vítor Teixeira - baixo) são uma banda de rock alternativo de Lisboa com uma sonoridade psicadélica moderna e expansiva.

 A lírica de Nuno Fernandes explora o quotidiano de forma fantasiosa e alegórica. A interação entre personagens surreais inspiradas no íntimo contacto com a natureza e o imaginário geográfico demarcado no seu single de lançamento, Singapura, resultam numa viagem descomprometida pelo som da banda.

 O videoclip do primeiro single do EP Singapura está já disponível nas plataformas digitais, estando a data de lançamento do disco apontada para 15 de outubro. O concerto de apresentação do projeto decorrerá no final de novembro.